Mar Egeu

O mar Egeu (em grego: Αιγαίο Πέλαγος, transl. Eiêo Pélaghos; em turco: Ege Denizi ou em turco: Adalar Denizi[1]) é um mar interior da bacia do mar Mediterrâneo situado entre a Europa e a Ásia. Estende-se da Grécia, a oeste, até a Turquia, a leste. Ao norte, possui uma ligação com o mar de Mármara e o mar Negro através do Dardanelos e do Bósforo. Diversas ilhas estão localizadas no mar Egeu, inclusive Creta e Rodes, que formam o seu limite meridional.

O mar era tradicionalmente conhecido como o Arquipélago (em grego: Αρχιπέλαγος, "mar principal"), devido a sua importância para os gregos. Por metonímia, o termo também se aplicava ao conjunto das ilhas do Egeu e, posteriormente, veio a designar qualquer conjunto de ilhas (ver arquipélago).

Mar Egeu
Aegeansea

Localização do mar Egeu

Localização
Continente
Endereço
Parte de
Coordenadas
38° 30′ N, 25° 18′ L
Dimensões
Superfície
214 000 km²
Profundidade média
2 100 m
Hidrografia
Tipo
Países da
bacia hidrográfica

* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

Location Aegean Sea
Localização do mar Egeu
Ev9112 AegeanSea.A2001161.0915.1km-crop
Foto tirada por satélite

Etimologia

Já na Idade Antiga havia várias explicações propostas para a origem do nome. Dizia-se que a origem seria devida à cidade grega de Aegae, ou a Egeia, rainha das Amazonas que morreu no mar, ou a Aigaion, um dos nomes de Briareu, um dos arcaicos Centímanos, ou, especialmente entre os atenienses, Egeu, pai de Teseu, que se arrojou ao mar ao concluir, erroneamente, que seu filho estava morto.

Uma possível etimologia é uma derivação da palavra grega αἶγεςaiges = "ondas" (Hesíquio de Alexandria; uso metafórico de αἴξ (aix) "cabra"), daí o "mar ondulado", cf. também αἰγιαλός (aigialos = aiges (ondas) + hals (mar)),[2] portanto, significa "beira-mar".

Em uma língua eslava do Sul o mar é frequentemente chamado de Mar Branco (em búlgaro: Бяло море, Byalo more, macedônio e sérvio: Бело море, Belo more).[3]

Geografia

O mar Egeu cobre uma superfície de cerca de 214 000 km² e se estende por cerca de 611 km de norte a sul e 299 km de oeste a leste.[4] Numerosas ilhas são banhadas pelo mar, cujo limite meridional é marcado pelas ilhas de Citera, Anticítera, Creta, Cárpato e Rodes (de oeste para leste).

As cerca de 1415 ilhas do Egeu costumam ser divididas em sete grupos: as ilhas de nordeste, Eubeia, as Espórades Setentrionais, as Cíclades, as Sarônicas, o Dodecaneso (ou Espórades Meridionais) e Creta. Pertencem à Turquia as ilhas de Bozcaada (em grego: Τένεδος, transl. Tênedos) e Gökçeada (em grego: Ίμβρος, transl. Imvros), e o restante pertence à Grécia.

Hidrografia

Cliffs of Santorini
As falésias na Ilha de Santorini, Grécia.

A superfície da água do mar Egeu circula em um giro anti-horário, com água hipersalina Mediterrânea movendo-se para o norte ao longo da costa oeste da Turquia, antes de ser deslocado para a saída menos densa do Mar Negro. As densas águas do Mediterrâneo afundam-se abaixo da entrada do Mar Negro a uma profundidade de 23-30 metros, então fluem através do Estreito de Dardanelos e para o Mar de Mármara em velocidades de 5-15 cm/s. A saída do mar Negro se move para oeste ao longo do norte do Mar Egeu, então, flui para sul ao longo da costa leste da Grécia.[5]

História

O litoral atual remonta a cerca de 4 000 a.C.. Antes dessa época, no auge da última era glacial (cerca de 16 000 a.C.), os níveis do mar em todos os lugares estavam 130 metros mais baixo, e havia grandes planícies costeiras bem regadas, em vez de a maior parte do norte do Mar Egeu. Quando eles estavam ocupados em primeiro lugar, as ilhas atuais, incluindo Milos com sua produção de obsidiana importante foram, provavelmente, ainda ligadas ao continente. A presente forma costeiro apareceu em cerca de 7 000 a.C., com o nível do mar na era pós-glacial continuando a aumentar por mais de 3000 anos depois.[6]

As seguintes civilizações da Idade do Bronze na Grécia e no Mar Egeu deram origem ao termo geral civilização egeia. Nos tempos antigos, o mar foi o berço de duas civilizações antigas - os minoicos de Creta e da civilização micênica do Peloponeso.[7]

O mar Egeu foi colonizado pelos gregos há mais de quatro milênios. Até 1922 e o tratado de Lausanne, que cedeu à Turquia a costa oriental, todas as ilhas e costas norte, leste e oeste eram habitadas por uma maioria de gregos.

Durante a Idade Antiga, o mar Egeu propiciou o desenvolvimento da navegação marítima pelos gregos. Suas costas montanhosas e irregulares formam abrigos naturais e seu grande número de ilhas permitia navegar sempre à vista de terra.

O Egeu é também o berço das primeiras talassocracias da história da Europa, a dos minoicos de Creta e a de Atenas no século V a.C. (Liga de Delos). Com a conquista romana (cerca de 167 a.C.), as costas passaram a integrar a mesma unidade política, o Império Romano e, em seguida, o Império Bizantino.

Na Idade Média, as costas foram partilhadas entre os diferentes impérios gregos, os turcos e os Estados latinos, até a queda de Rodes, em 1522, e a conquista de Creta, no século XVII (tomada de Cândia em 1669 e de Spinalonga em 1715).

A Grécia logrou obter sua independência contra o Império Otomano em 1830. Limitada ao Peloponeso, à Ática e à Tessália, o país passou a opor-se ao Império Otomano - e depois à Turquia - ao longo de um século.

Ver também

Referências

  1. «Ege Denizinin Orijinal Adı Nedir?» (em turco). dzkk.tsk.tr. Consultado em 31 de outubro de 2013
  2. Liddel, Henry George; Scott, Robert; Jones, Henry Stuart; McKenzie, Roderick (1843). A Greek-English Lexicon (em inglês). Oxford, Reino Unido: Oxford University Press. ISBN 0-19-864226-1. OCLC 223646000
  3. «Зборник Матице српске за друштвене науке» Zbornik Matice srpske za društvene nauke [Revista Matica Srpska de Ciências Sociais]. Novi Sad, Sérvia: Матица (em sérvio). 28-31. 1961: 74
  4. Guo, Rongxing. Territorial Disputes and Resource Management: A Global Handbook. Nova Publishers, 2006. pp. 42. ISBN 1600214452
  5. Aksu, A. E.; Ysar, D.; Mudie, P.J.; Gillespie, H. (1995). «Late glacial-Holocene paleoclimatic and paleoceanographic evolution of the Aegean Sea: micropaleontological and stable isotopic evidence» [A evolução paleoclimática e paleoceanográfica do mar Egeu no final do holoceno glacial: evidências micropaleontológicas e isotópicas estáveis]. Elsevier. Marine Micropaleontology (em inglês). 25 (1): 1-28. ISSN 0377-8398
  6. van Andel, Tjeerd H.; Shackleton, Judith C. (1982). «Late Paleolithic and Mesolithic Coastlines of Greece and the Aegean». Taylor & Francis. Journal of Field Archaeology (em inglês). 9 (4): 445–454. doi:10.1179/009346982791504454. Consultado em 31 de outubro de 2013. (pede subscrição (ajuda))
  7. Cullen, Tracey (1 de dezembro de 2002). Aegean Prehistory: A Review. Col: American Journal of Archaeology Monographs (em inglês). 1. [S.l.]: Archaeological Institute of America. 480 páginas. ISBN 0960904255; Dickinson, Oliver (27 de maio de 1984). The Aegean Bronze Age. Col: Cambridge World Archaeology (em inglês). Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press. 366 páginas. ISBN 0521456649.

Ligações externas

Arte egeia

A arte egeia ou arte do mar Egeu está associada às culturas que floresceram no mar Egeu antes do aparecimento dos gregos por volta do 3 000 a.C. e que foram principalmente três:

Civilização Cicládica

Civilização Minoica

Civilização MicênicaEmbora as três civilizações apresentem elementos comuns, a arte dessas culturas não é uniforme e apesar das especificidades de cada uma, verifica-se o predomínio da cretense.

Delos

A pequena ilha de Delos (grego: Δήλος, Dilos), situa-se aproximadamente no centro do grupo de ilhas do Mar Egeu conhecido como Cíclades, tendo servido como santuário de Apolo na Antiguidade Clássica, e sendo considerada mesmo o berço desse deus, bem como de Ártemis.

Foi também a sede da Liga de Delos, que congregava os aliados de Atenas contra Esparta, e onde primeiramente esteve guardado o tesouro da Liga.

Foi declarada património mundial da Humanidade pela Unesco em 1990.Entre 900 a.C. e 100 d.C., a ilha de Delos foi o mais importante santuário pan-helénico. Durante o século VII a.C., Delos era um centro jônico conhecido por ser um lugar sagrado. A história de Delos está intimamente relacionada a Apolo, o deus do sol. A ilha é pequena, rochosa, desértica e banhada de luz do amanhecer ao anoitecer, pois nenhuma montanha ou vegetação produz sombras.

Geografia da Grécia

A Grécia está situada no sudeste da Europa, no sul da península balcánica. A Grécia é circulada ao norte pela Bulgária, pelo Macedônia do Norte e pela Albânia; ao oeste pelo mar Jônico; ao sul pelo mar Mediterrâneo e a leste pelo mar Egeu e pela Turquia. O país alcança aproximadamente em latitude de 35° 00′ a 42° 00′ N e em longitude de 19° 00 a 28° 30′ E. Em consequência, possui variação climática considerável, como discutido abaixo.

O país consiste de uma grande parte continental, o Peloponeso, península conectada ao continente pelo istmo de Corinto; e ao redor 3000 ilhas, incluindo Creta, Rodes, Corfu, o Dodecaneso e as Cíclades. A Grécia possui 15000 quilômetros de litoral.

80% da Grécia é montanhosa. Assim aquele país é um dos mais montanhosos da Europa. O oeste da Grécia contém lagos e pântanos. Os montes Pindo situam-se no centro do país, com uma elevação média de 2650 m. Continuam por meio das ilhas de Cítera, Anticítera para encontrar seu fim nas ilhas de Creta e Rodes. As ilhas do mar Egeu são picos de montanhas debaixo d'água que são uma extensão geológica deles.

O centro e o oeste da Grécia contêm picos altos e escarpados separados por muitos cânions e outros carstes, incluindo o Cânion de Meteora e o Cânion de Gorge - o segundo sendo um dos maiores do mundo e o segundo mais profundo após o Grand Canyon, com um desnível vertical de mais do que 1100 metros.

O monte Olimpo é o ponto mais alto da Grécia, a 2919 m acima do nível do mar. É considerado também o quarto mais alto da Europa. O norte da Grécia apresenta as montanhas Rodope, localizadas na Macedônia Oriental e Trácia; aquela área é coberta com florestas vastas e espessas.

Planícies também são encontradas no leste da Tessália, na Macedônia central e na Trácia.

Golfo de Argos

O golfo de Argos (em grego: Αργολικός Κόλπος; transl.: Argolikós Kólpos) é um pequeno golfo do mar Egeu ao largo da costa oriental do Peloponeso, na Grécia. Por vezes, combinado com o Golfo Sarônico e as Ilhas Sarônicas, é chamado Golfo Argosarônico. Está circundado por duas prefeituras gregas, a Arcádia e a Argólida.

Ilhas Egeias

As ilhas Egeias (em grego: Νησιά Αιγαίου; em turco: Ege Adaları) são um grupo de ilhas no mar Egeu, perto da Grécia (oeste e norte) e Turquia (leste). A ilha de Creta delimita o mar ao sul. A antiga denominação do mar Egeu, 'Arquipélago' ("Mar Principal", em grego), mais tarde aplicou-se às ilhas que ele contém e é agora utilizada de forma mais geral, para se referir a qualquer ilha do grupo. As ilhas Egeias gregas são, tradicionalmente, divididas em sete grupos, do norte ao sul:

Ilhas Egeias do Norte

Espórades

Eubeia

Ilhas Argo-Sarônicas

Cíclades

Dodecaneso (Espórades do Sul)

CretaQuase todas as ilhas Egeias pertencem à Grécia, e são divididas em nove periferias administrativas. Entre as possessões turcas na região estão Imbros (Gökçeada), Ténedos (Bozcaada) e oito outras ilhotas próximas à costa ocidental da Turquia.

A territorialidade no que diz respeito ao mar e algumas das ilhas, bem como o espaço aéreo sobre elas, é fonte de uma disputa em andamento entre os dois países. O termo ilhas Egeias italianas (em italiano: Isole Italiane dell-’Egeo) é, por vezes, utilizado para se referir às ilhas do mar Egeu que foram conquistadas pela Itália durante a Guerra Ítalo-Turca de 1912, e que foram anexadas por aquele país através do Tratado de Lausanne, de 1923 a 1947: o Dodecaneso, incluindo Rodes e Castelrosso (Kastelorizo).

Lemnos

Lemnos, Limnos ou Lemno (em grego: Λήμνος, transl. Límnos) é uma ilha grega localizada no nordeste do Mar Egeu. A ilha faz parte da prefeitura de Lesbos e da periferia do Egeu Setentrional. Possui uma área de 476 km², grande parte é montanhosa, porém, existem alguns vales bastante férteis. As principais cidades são Mirina, na costa oeste, e Moudros na costa leste, em uma grande baía localizada no meio da ilha. Mirina, também conhecida como Kastro, possui um excelente porto, local de todas as operações comerciais com a ilha.

Mar Mirtoico

O mar Mirtoico (em grego: Mυρτώο Πέλαγος, Myrtöo Pelagos), de Mirtos ou ainda Mírtilo é um braço do mar Egeu situado entre as ilhas gregas Cíclades e o Peloponeso.

O golfo Sarónico, o golfo de Atenas, fica situado entre o canal de Corinto e o mar Mirtoico.

Mar da Líbia

O mar da Líbia ou mar Líbio (em grego moderno Λιβυκό Πέλαγος / Livykó Pélagos, em língua árabe:البحر الليبي) e a parte do mar Mediterrâneo delimitada a norte pelas ilhas gregas de Citera, de Creta e de Cárpatos e a sul pela costa da Líbia no Norte de África. Comunica com o mar Jónico a noroeste, o mar de Creta a norte, o mar Egeu a nordeste e o mar do Levante a leste. Os marinheiros consideram-no um mar aberto, em oposição ao mar Egeu, que está semeado de ilhas.

Com efeito, o mar da Líbia não conta senão pequenas ilhas próximas da costa sul de Creta, sendo a maior delas a única que é habitada permanentemente, chamada Gavdos, a 30 km ao largo de Creta, e que constitui o ponto mais meridional da Europa. Entre outras ilhas pequenas, encontram-se Gavdopoula, Paximadia, Crissi e Koufonissi, todas situadas em águas territoriais da Grécia. O mar da Líbia é mais frio que o resto do Mediterrâneo oriental, sobretudo a costa sul de Creta, devido à grande profundidade dos fundos marinhos e às correntes.

Mar de Creta

O mar de Creta (grego: Κρητικό Πέλαγος, Kritiko Pelagos) é o mar do sul do mar Egeu, a norte da ilha de Creta e a sul das Cíclades. A oeste situa-se o mar Jónico e o restante mar Mediterrâneo.

Ourivesaria

A Ourivesaria é a arte de trabalhar com metais preciosos (especificamente prata e ouro), na fabricação de joias e ornamentos.

A ourivesaria é uma arte bem antiga, tendo sido encontrados sítios arqueológicos no mar Egeu, datados em torno de 2500 a.C. nos quais se encontram joias feitas de ouro. No Egito antigo já se produziam trabalhos altamente detalhados. É uma arte de grande aceitação ao redor do mundo, sendo, na Idade Moderna, profissionais de inegável prestígio perante aos reis e toda a corte.

O profissional que realiza este tipo de trabalho é o ourives. Cabe ressaltar que esta atividade é, em sua natureza, uma atividade de cunho artesanal.

Região do Egeu

A Região do Egeu (em turco: Ege Bölgesi) é uma das sete regiões da Turquia. Está localizada na parte oeste do país, limitada pelo mar Egeu (Ege Denizi) a oeste, a região de Mármara a norte, a região do Mediterrâneo a sul e sudoeste e a região da Anatólia Central a leste.

Samos

Samos (em grego: Σάμος) é uma ilha grega no leste do mar Egeu, localizada entre a ilha de Quíos ao norte e o arquipélago das Ilhas Egeias do Norte (norte do Dodecaneso) ao sul e em particular a ilha de Patmos e na costa da Turquia, em que foi formalmente conhecida como Jônia. Seu nome em turco é Sisam. Faz parte do Egeu Setentrional e a parte do Egeu em que se encontra é conhecida como mar Icário.

Santorini

Santorini (Σαντορίνη), chamada oficialmente Tira (em grego: Θήρα) e Tera na Antiguidade, é uma ilha no sul do mar Egeu, a cerca de 200 quilômetros a sudeste da Grécia continental. É a maior ilha de um pequeno arquipélago circular que leva o mesmo nome e é o resto de uma caldeira vulcânica. O conjunto de ilhas forma o membro mais ao sul do grupo de ilhas Cíclades, com uma área de aproximadamente 73 quilômetros quadrados e uma população estimada em 2011 em 15 550 habitantes. O município de Santorini compreende as ilhas habitadas de Santorini e Terásia e as ilhas desabitadas de Nova Caméni, Velha Caméni, Aspronisi e Cristiana. O arquipélago tem uma área total de 90,623 km² e é parte da unidade periférica grega de Tira.O arquipélago de Santorini é essencialmente o que restou depois de uma gigantesca erupção vulcânica que destruiu os primeiros assentamentos humanos que existiam na antiga ilha e que criou a caldeira geológica atual. A enorme lagoa central retangular, que mede cerca de 12 por 7 km, é cercada por íngremes penhascos com até 300 metros de altura, em três dos seus lados. A ilha principal é inclinada em direção ao mar Egeu. No quarto lado, uma lagoa é separada do mar por uma outra ilha menor chamada Terásia. A lagoa está ligada ao mar em dois lugares, a noroeste e sudoeste. A profundidade de 400 metros da cratera torna possível que todos os maiores navios de cruzeiro ancorem em qualquer lugar da baía protegida, há também uma marina recém-construído em Vlichada, na costa sudoeste. O principal porto da ilha é Atínias. A capital, Fira, localiza-se no topo de um penhasco, de frente para a lagoa da caldeira. As rochas vulcânicas presentes de erupções anteriores apresentam olivina e têm uma pequena presença de hornblenda.Santorini é o centro vulcânico mais ativo no arco vulcânico do sul do mar Egeu, embora o que permaneça até hoje seja principalmente uma caldeira cheia de água. O arco vulcânico tem aproximadamente 500 km de comprimento e de 20 a 40 quilômetros de largura. A região registrou sua primeira atividade vulcânica cerca de 3-4 milhões de anos atrás, apesar de vulcanismo em Tera ter começado há aproximadamente 2 milhões de anos.

A ilha é o local de uma das maiores erupções vulcânicas já registradas na história humana: a erupção minoica (às vezes chamada de erupção de Tera), ocorreu cerca de 3600 anos atrás, no auge da civilização minoica. A erupção deixou uma grande cratera rodeada por depósitos de cinzas vulcânicas a centenas de metros de profundidade e pode ter levado, indiretamente, ao colapso da civilização minoica na ilha de Creta, 110 km ao sul, através da formação de um gigantesco tsunami. Outra teoria popular diz que a erupção de Tera é a fonte da lenda de Atlântida.

Tema do Mar Egeu

O Tema do Mar Egeu (em grego: θέμα τοῦ Αἰγαίου Πελάγους; transl.: thema tou Aigaiou Pelagous) ou simplesmente Tema do Egeu foi um tema (província civil-militar) bizantino fundado em meados do século IX. Como um dos três temas navais do Império Bizantino, seu objetivo principal era prover navios e tripulações para a marinha bizantina, mas também servia como uma circunscrição administrativa.

Trácia

A Trácia é uma região histórica do sudeste da Europa. Antiga região macedônia, era habitada por populações de raça pelásgica. Atualmente é dividida entre a Grécia, Turquia e a Bulgária. É banhada, a leste, pelo mar Negro e pelo estreito do Bósforo; ao sudeste, pelo mar de Mármara; e ao sul, pelo estreito do Dardanelos e pelo mar Egeu.

Tálassa

Tálassa (em grego: θάλασσα, Θάλασση ou Θάλαττη, "mar") foi, no mito grego, uma das primeiras personificações femininas pré-olímpicas do mar Mediterrâneo e, por extensão, de todo o oceano. Era filha do Éter com Hêmera.Com Pontos, ela foi a mãe de todos os peixes e seres do mar, da ninfa Hália, às vezes também do gigante Egeon, a personificação do mar Egeu e dos nove Telquines.

Quando o sêmen de Urano a fecundou, ela teve Dione, a deusa das ninfas. Outra versão coloca Dione como uma das oceânidas e essa mesma versão coloca Tálassa como mãe de Afrodite com Urano.

U-133

Unterseeboot 133 foi um submarino alemão do Tipo VIIC, pertencente a Kriegsmarine que atuou durante a Segunda Guerra Mundial.

Ática

Ática (em grego: Ἀττική; transl.: Attikḗ ou Attikī́) é uma região administrativa e histórica que engloba a cidade de Atenas, capital da Grécia. A região histórica é centrada na península Ática, que se projeta no Mar Egeu. A região administrativa moderna da Ática é mais extensa do que a região histórica e inclui as Ilhas de Salônica, Citera, e do município de Troizinia no Peloponeso. A história da Ática está intimamente ligada com a história de Atenas, que, desde o período clássico, é uma das cidades mais importantes do mundo antigo.

Oceanos e mares da Terra
Oceano Ártico
Oceano Atlântico
Oceano Índico
Oceano Pacífico
Oceano Antártico
Cercados por terra

Noutras línguas

This page is based on a Wikipedia article written by authors (here).
Text is available under the CC BY-SA 3.0 license; additional terms may apply.
Images, videos and audio are available under their respective licenses.