Leão (Espanha)

Leão (em castelhano: León; em leonês: Llión) é um município da Espanha, capital da província homônima, na comunidade autónoma de Castela e Leão, noroeste da Espanha. Tem 39,2 km² de área e em 2016 tinha 126 192 habitantes (densidade: 3 219,2 hab./km²).[1] É o município mais populoso da província, perfazendo um quarto da sua população.[2]

Leão é famosa por sua catedral gótica, e por diversos outros monumentos e edifícios, como a Basílica de Santo Isidoro, onde está o Panteão Real, o mausoléu ricamente decorado no qual foi enterrada a família real do reino medieval de Leão (Leão), e que também possui uma das melhores coleções do mundo de pinturas românicas; a Casa de Botines, uma das primeiras obras do arquiteto catalão Antoni Gaudí, ocupada atualmente por um banco; o Mosteiro de São Marcos, originalmente a sede da Ordem Militar de Santiago, construída no século XVI; ou o novo MUSAC, Museu de Arte Contemporânea de Castela e Leão.

Conhecida por suas fiestas, como as realizadas durante a Páscoa, as procissões realizadas em Leão foram declaradas de Interesse Internacional, e, nestas datas, visitantes de diversas partes do mundo visitam a cidade e participam de suas tradições.

Espanha Leão

León • Llión

 
  Município  
Leon ayuntamiento
Bandeira de Leão
Bandeira
Brasão de armas de Leão
Brasão de armas
Leão está localizado em: Espanha

Leão
Localização de Leão na Espanha
Coordenadas 42° 36' N 5° 35' O
Comunidade autónoma Castela e Leão
Província Leão
Fundação Legio VI Victrix
- Alcaide Emilio Gutiérrez Fernández (PP (2011)
Área
- Total 39,2 km²
Altitude 838 m
População (2016) [1]
 - Total 126 192
    • Densidade 3 219,2 hab./km²
Gentílico Leãoés, sa
Código postal 24001 - 24010
Website www.aytoleon.es

Geografia

A cidade de Leão está localizado em uma esplanada na confluência dos rios e Bernesga, Torio, a uma altitude de 840 metros. Localizado no centro da província, que está localizado em um lugar estratégico no Noroeste da Península, como é obrigado a ir para a Galiza e Astúrias

O clima é continental Mediterrâneo, embora tenha abrandado ligeiramente nos verões pela proximidade com o Cantábrico cordilheira. As temperaturas são mais frias, com uma média anual de 10,9 °C, com invernos frios, com geadas frequentes (74 dias de geada por ano em média). Neve cai durante 16 dias, em média, por ano, enquanto fortes quedas de neve são raros. Verão é quente, suavizadas pela altitude da cidade, com temperaturas máximas em torno de 27 °C.

História

Leão foi fundada no século I a.C., pela legião romana Legio VI Victrix ("Legião nº 6, Vencedora"). Em 68 d.C. a Legio VII Gemina ("Legião nº 7, "Gêmea") fundou um acampamento militar permanente, que seria a origem da cidade, e é exatamente do nome desta legião que deriva seu nome moderno.[3] A legião foi recrutada por Galba a partir de soldados iberos, que determinaram a localização da cidade de maneira a proteger o território dos habitantes selvagens das montanhas das Astúrias e Cantábria, e para garantir o transporte do ouro extraído da província da Hispânia, especialmente nas minas próximas à atual cidade de Las Médulas.[4]. A Legio VII Gemina Felix, seu nome completo, foi aquartelada por Vespasiano na Hispânia Tarraconense para preencher o espaço deixado pela Legio VI Victrix e pela Legio X Gemina, duas das três legiões estacionadas normalmente na província, que haviam sido transferidas para a Germânia.[5]

Que os acampamentos de inverno, sob os imperadores tardios, eram realizados em Leão, pode-se descobrir pelo Itinerário de Antonino, na obra de Ptolemeu e nas Notitiae Imperii, assim como através de algumas inscrições;[6] porém existem diversas inscrições que provam que um grande destacamento dela ficava estacionado em Tarraco (atual Tarragona), a principal cidade da província.

Reino de Leão

A história pós-romana da cidade consiste basicamente na história do Reino de Leão. O acampamento da legião nas Astúrias se desenvolveu e virou uma importante cidade, que resistiu aos ataques dos visigodos até 586, quando foi tomada por Leovigildo. Foi uma das poucas cidades que os visigodos permitiram manter suas fortificações. Durante a guerra contra os invasores muçulmanos, a mesma fortaleza, que os romanos haviam construído para proteger a planície das incursões dos povos montanheses, tornou-se o posto avançado que cobria a montanha, como o último refúgio da independência cristã.

Ao redor do ano de 846, um grupo de moçárabes (cristãos que não fugiram dos muçulmanos, e viviam sob o regime islâmico) tentou repovoar a cidade, porém um ataque muçulmano acabou impedindo a iniciativa. No ano de 856, sob o rei Ordonho I, outra tentativa de repovoar a região foi feita, desta vez com sucesso. Ordonho II fez de Leão a capital de seu reino (914), e a mais importante das cidades cristãs da Ibéria.

Saqueada por Almançor em 987, a cidade foi reconstruída e repovoada por Afonso V, rei da Castela, cujo decreto de 1017 regulamentou a vida econômica da cidade, incluindo o funcionamento de seus mercados. Leão era ponto de parada para os peregrinos que percorriam o Caminho de Santiago, rumo a Santiago de Compostela. Subúrbios habitados por comerciantes e artesãos surgiram, e estes novos habitantes passaram a influenciar as decisões do governo municipal após o século XIII. Durante o início da Idade Média, a indústria ganadeira trouxe um período de prosperidade à cidade.

História recente

No século XVI, teve início um período de declínio econômico e demográfico, que continuou até o século XIX. Em julho de 1936, durante a Guerra Civil Espanhola, a população de Leão participou da guerra ao lado das forças republicanas.

Durante a década de 1960, Leão experimentou um grande crescimento, devido à migração de parte da população das zonas rurais da província.

Em 1983 Leão foi juntava à região vizinha da Castela, para formar a Comunidade Autônoma de Castela e Leão. Um movimento político e popular local manifestou oposição no início, e com o tempo Leão tornou-se centro de alguns movimentos pacíficos que lutam pela independência de Leão. Alguns leoneses apoiam a ideia de criar uma Comunidade Autônoma de Leão, formada pelas províncias de Salamanca, Leão e Zamora, que compõem tradicionalmente a Região Leonesa.

Monumentos e pontos turísticos

Catedral de León
Catedral
CasaBotines
Casa de los Botines, de Antoni Gaudí (construída entre 1892 e 1894).

A cidade possui diversos monumentos impressionantes, desde edifícios medievais até outros mais modernos. Entre os mais destacados estão a catedral da cidade, em estilo rayonnant gótico e com seus estupendos vitrais, a Basílica de Santo Isidoro, com as sepulturas dos reis de Leão e pinturas românicas, e o antigo mosteiro de São Marcos (atualmente um luxuoso parador), com sua exuberante fachada plateresca.

O Palacio de los Guzmanes, sede da diputación (câmara dos deputados) da província, contém um pátio impressionante no estilo plateresco, de autoria de Rodrigo Gil de Hontañón. O bairro antigo da cidade conserva boa parte dos muros medievais, e alguns resquícios do muro romano original.

A Casa de Botines é um edifício neogótico, um excelente exemplo da arquitetura de Antoni Gaudí.

Leão é a sede do MUSAC (Museu de Arte Contemporânea de Castela e Leão). O edifício que abriga o museu apresenta uma impressionante estrutura modernista, projetada pela equipe de arquitetos Mansilla & Tuñón.

Outros pontos de interesse incluem o Barrio Humedo ("Bairro Úmido"), o bairro boêmio, e a Plaza del Grano ("Praça do Grão").

Folclore e costumes

Entre os costumes leoneses, se destaca a Semana Santa, durante a qual ocorrem diversas procissões pelo centro da cidade, como a chamada Procissão do Encontro, que encena o encontro em três grupos que representam São João, a Virgem Maria e Jesus Cristo, na esplanada em frente à catedral da cidade. Também é associada com a Semana Santa a procissão pagã pelo enterro de Genarín, um homem pobre que teria sido atropelado pelo primeiro caminhão de lixo de Leão.[carece de fontes?]

Também são dignas de destaque as festividades de São João e São Pedro, celebradas durante a última semana de junho. Durante estes dias ocorrem diversos concertos e festivais, e toda a cidade é ocupada por feiras e mercados de rua onde os leoneses celebram o início do verão, especialmente na noite de São João (23 de junho), quando todos saem para apreciar os fogos de artifício e as fogueiras.

Política

Leon-diputacion
O Palacio de los Guzmanes, parlamento da província (Diputación) na capital.

Nas últimas eleições municipais (27 de maio de 2007), os resultados foram:

  • Partido Socialista Operário Espanhol (Partido Socialista Obrero Español, PSOE) - 44.14% dos votos e 13 assentos na câmara
  • Partido Popular - 37.55% dos votos e 11 assentos
  • União do Povo Leãoês (Unión del Pueblo Leãoés) - 10.88% e 3 parlamentares
  • PAL-UL - 2.38%

Atualmente, o prefeito da cidade é Francisco Fernández, do PSOE.

Demografia

Calle Cid León
Rua de Leão.
Variação demográfica do município entre 1991 e 2004
1991 1996 2001 2004
144.021 145.242 130.916 135.789

Referências

  1. a b «Cifras oficiales de población de los municipios españoles: Revisión del Padrón Municipal». www.ine.es (em espanhol). Instituto Nacional de Estatística de Espanha. Consultado em 7 de abril de 2017
  2. Dados de áreas urbanas em 2006 Arquivado em 22 de junho de 2007, no Wayback Machine.. Para outras estatísticas, ver Área metropolitana de Leão
  3. Itin. Ant. p. 395; Λεγίων ζ Γερμανική, em Ptol. ii. 6. § 30
  4. Dião Cass. iv. 24; Tác. Hist. ii. 11, iii. 25; Suet. Galba, 10.
  5. Tac. Hist. ii. 11, 67, 86, iii. 7, 10, 21--25, iv. 39; Inscr. ap. Gruter, p. 245, no. 2.
  6. Muratori, p. 2037, nº 8, A.D. 130; p. 335, nº 2, 3, A.D. 163; p. 336, nº 3, A.D. 167; Gruter, p. 260, nº 1, A.D. 216

Ligações externas

Espanha | Castela e Leão | Leão

Lista de municípios de Leão
Basílica de Santo Isidoro

A Basílica de Santo Isidoro, chamada informalmente de Santo Isidoro de Leão (em espanhol San Isidoro de Leon, oficialmente Real Colegiata Basílica de San Isidoro) é um templo católico localizado na cidade de Leão, na Espanha.

É um dos conjuntos arquitetônicos de estilo románico mais destacados da Espanha. Foi construído durante os séculos XI e XII.

Originariamente, era um mosteiro dedicado a São João Batista, ainda que se suponha que anteriormente se assentava em seu solo um templo romano. Com a morte de São Isidoro, bispo de Sevilha, e com o traslado de seus restos mortais para Leão, foi feita a troca no nome do templo.

O conjunto é considerado o mais completo da Espanha, e alguns acreditam que ele seja o mais completo do ocidente. Apresenta estilo românico em sua maior parte, com alguns detalhes em estilo gótico e renacentista.

Bernardino de Sahagún

Bernardino de Sahagún, nascido Bernardino de Rivera, Ribera ou Ribeira (Sahagún, Leão, Espanha ca. 1499 — Cidade do México, 5 de fevereiro de 1590) foi um frade franciscano espanhol. Autor de várias obras bilíngues em náuatle e espanhol, consideradas hoje entre os documentos mais valiosos para a reconstrução da historia do México antigo,

antes da chegada dos conquistadores espanhóis.

Bragança (Portugal)

Bragança OTE é uma cidade portuguesa, capital do Distrito de Bragança, na Região Norte e sub-região de Terras de Trás-os-Montes, no Nordeste de Portugal (Nordeste Transmontano), com 21 853 habitantes no perímetro urbano. É o oitavo maior município português, com 1 173,57 km² de área, 35 341 habitantes (2011) e 39 freguesias.O município é limitado a norte e leste por Espanha (província de Zamora), a sueste pelo município de Vimioso, a sudoeste por Macedo de Cavaleiros e a oeste por Vinhais.

Em relação às outras capitais de distrito, Bragança é a que se situa mais a norte.

Os celtas baptizaram a cidade, fundada no século II a.C., com o nome de Brigância, que se foi latinizando até passar a ser "Bragança". Este nome é a origem do gentílico mais comum: brigantino. Bragançano também é muito usado. Bragantino e bragancês são pouco usados.

Buenaventura Durruti

Buenaventura Durruti Dumange (León, 14 de julho de 1896 – Madri, 20 de novembro de 1936 ) foi um sindicalista e revolucionário anarquista espanhol, figura de destaque do movimento libertário da Espanha e de sua organização sindical CNT, tanto antes como no início da Guerra civil espanhola, na qual participou ao lado dos republicanos e à frente de uma formação de milicianos conhecida como coluna Durruti.

Operário, desde jovem destacou-se na luta social como militante anarco-sindicalista da Confederación Nacional del Trabajo. Demitido durante as greves de 1917, emigrou para França onde permaneceu até 1919. De volta a Espanha, na região País Basco, junto com outros ativistas formou o grupo Los Justicieros com a finalidade de combater o pistoleirismo patronal.

Em 1922 em Barcelona, também como resposta à repressão e ao pistoleirismo patronal, forma em conjunto com Francisco Ascaso, Ricardo Sanz, Joan García Oliver e outros companheiros, aquele que viria a ser um dos mais famosos grupos de ação direta do anarquismo espanhol: Los Solidarios

Tomou parte no levante de 19 de julho de 1936 ocasião em que a CNT-FAI e outras organizações libertárias saíram à rua para desmantelar os setores golpistas que deram início à Guerra Civil Espanhola, tendo Durruti combatido nas barricadas de Barcelona e, à frente de um grupo de trabalhadores, assaltado o quartel Atarazanas. Assumiu um papel de destaque nessa revolução, tanto como combatente como enquanto orador sem igual.

Foi morto com um tiro no dia 20 de novembro de 1936, em circunstâncias nunca totalmente esclarecidas, quando se dirigia para a frente de batalha.

Campo Charro

Campo Charro é o nome sob o que conhece-se uma parte da província de Salamanca, na comunidade autónoma de Castela e Leão, Espanha. Muitas vezes confunde-se com o Campo de Salamanca, a comarca situada no centro deste território. Antigamente eram o mesmo, mas com os anos o primeiro termo está a utilizar-se para denominar quase toda a província e é que ainda que na atualidade o gentilicio salmantino tem passado a tornar-se sinônimo de charro, no campo geográfico o correto é falar de Campo Charro para se referir ao montado salmantino.

Casa Botines

A Casa Botines, Casa de Botines, Casa dos Botines, ou simplesmente Botines, (cujo verdadeiro nome é Casa Fernández-Andrés) é um edifício desenhado pelo arquitecto espanhol Antoni Gaudí. Situa-se em Leão, Espanha e foi construído de 1892 a 1893.

Catedral de Leão

A atual Catedral de Leão, iniciada no século XIII, apresenta um desenho do mais depurado estilo gótico clássico. Conhecida como a pulcra leonina.

A catedral de Leão, é inspirada na planta da catedral de Reims e as torres com seus quase 70 m, têm a mesma altura que as torres da Catedral de Notre Dame de Paris. Como a maioria das catedrais francesas, a de León é construída com um módulo geométrico baseado no triângulo (ad triangulum), cujos membros estão relacionados com a raiz quadrada de 3, à qual todas as partes e todos respondem.

Como uma característica importante, a Catedral de León alcança o summum luminoso de todas as catedrais góticas, com um imenso espaço de vitrais, reduzindo a estrutura de pedra de apoio ao mínimo possível, tecnicamente superando as mesmas catedrais francesas. Suas 125 janelas e 1.800 m² de vitrais policromados de origem medieval são considerados os melhores do mundo em sua categoria.

Club Baloncesto Agustinos Eras

O Club Baloncesto Agustino Eras é um clube profissional de basquetebol situado na cidade de Leão, Castela e Leão, Espanha que atualmente disputa a Liga LEB Prata.

Club Baloncesto Ciudad de Valladolid

O Club Baloncesto Ciudad de Valladolid é um clube profissional de basquetebol situado na cidade de Valladolid, Castela e Leão, Espanha que atualmente disputa a Liga LEB Prata.

Cultural y Deportiva Leonesa

A Cultural y Deportiva Leonesa é um clube de futebol da Espanha. Sua sede fica na cidade de León.

César Rodríguez Álvarez

César Rodríguez Álvarez (Leão (Espanha), 6 de julho de 1920 - 1 de março de 1995) foi um futebolista e treinador espanhol.

Francisco Antonio de Lorenzana

Francisco Antonio de Lorenzana y Butrón (Leão, 22 de setembro de 1722 - Roma, 17 de abril de 1804) foi um cardeal, historiador, litúrgico e humanista ilustrado espanhol.

Teve os seguintes cargos eclesiásticos:

Bispo de Plasencia, de 1765 a 1766.

Arcebispo do México, de 1766 a 1771.

Arcebispo de Toledo, de 1772 a 1800.

Inquisidor-geral de Espanha, de 1794 a 1797.

José Manuel Beirán

José Manuel Beirán Lozano (Leão, 7 de fevereiro de 1959) é um ex-basquetebolista espanhol que integrou a seleção espanhola que conquistou a medalha de prata disputada nos XXIII Jogos Olímpicos de Verão realizados em Los Angeles em 1984.

== Referências ==

José Manuel López

José Manuel López Rodríguez (nascido em 21 de fevereiro de 1940) é um ex-ciclista espanhol que competiu na estrada individual e dos 100 km contrarrelógio por equipes durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 1964.

== Referências ==

Manuel Martínez

Manuel "Manolo" Martínez Gutiérrez (León, 7 de dezembro de 1974) é um atleta espanhol especialista em lançamento de peso. As suas melhores marcas são de 21,47 m ao ar livre e de 21,26 m em pista coberta. Foi campeão mundial indoor em 2003.

Nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, Martínez originalmente terminou a prova do arremesso de peso na quarta posição. Em dezembro de 2012, o Comitê Olímpico Internacional desclassificou o campeão da prova, Yuri Bilonoh, da Ucrânia, por doping. Martínez foi realocado para a terceira posição e obteve a medalha de bronze em março de 2013.

== Referências ==

Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León

O Museu de Arte Contemporânea de Castela e Leão (em castelhano: Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León) ou MUSAC é uma instituição cultura espanhola, inaugurada em 1 de abril de 2005, com projeto arquitetônico inovador e premiado de Mansilla y Tuñón Arquitectos.

Palencia Baloncesto

O Club Deportivo Maristas Palencia é um clube profissional de basquetebol situado na cidade de Palencia, Castela e Leão, Espanha que atualmente disputa a Liga Adecco Ouro.

Óbila Club de Baloncesto

O Óbila Club Baloncesto é um clube profissional de basquetebol situado na cidade de Ávila, Castela e Leão, Espanha que atualmente disputa a Liga Adecco Ouro.

Noutras línguas

This page is based on a Wikipedia article written by authors (here).
Text is available under the CC BY-SA 3.0 license; additional terms may apply.
Images, videos and audio are available under their respective licenses.