Eixo Atlântico de Alta Velocidade

O Eixo Atlântico de Alta Velocidade é o corredor ferroviário que decorre pela costa atlântica da Galiza, entre as cidades da Corunha, Santiago de Compostela, Vilagarcía de Arousa, Pontevedra e Vigo, com continuação prevista até à fronteira portuguesa em Valença, passando por quatro das sete grandes cidades galegas.[1]

Trata-se de uma infraestrutura com via dupla e traçado apto para 250 km/h, com carris de 60 kg/m. Actualmente é uma linha ferroviária de bitola ibérica, tendo sido, no entanto, instaladas travessas polivalentes que permitirão a sua passagem a bitola padrão a partir de 2018. Em 2016 está prevista a instalação do sistema de segurança ERTMS nível 1.

Em Dezembro de 2011 inaugurou-se o troço entre Santiago de Compostela e a Corunha[2], e em Março de 2015 foi inaugurado o restante troço até à Estação Ferroviária de Vigo-Urzáiz, o que marcou a conclusão da obra. [3][4][5]

O projecto consistiu na requalificação parcial da linha Redondela-Santiago de Compostela e do troço Santiago de Compostela-Corunha da Linha Corunha-Zamora, tendo sido efectuadas várias correcções de traçado, incluindo a construção de múltiplas variantes, 37 túneis e 32 viadutos.

De entre as obras de arte construídas destaca-se o Viaduto do Rio Ulha, com 1621,5 metros de comprimento, que ostenta o recorde mundial de comprimento de vão para viadutos mistos (betão/ferro)[6], e o Viaduto do Rio Sar, com 2411 m. Mais de um terço do percurso é efectuado em túnel, destacando-se o Túnel da Madroa, entre Redondela e Vigo, com 8252m. Foram ainda construídas cinco novas estações, sendo que as restantes seis receberam profundas obras de requalificação.[7]

A construção do Eixo Atlântico permitiu uma redução muito significativa nos tempos de percurso entre as cidades do litoral galego. Com efeito, o percurso Vigo-Corunha passou a demorar apenas 1 hora e 23 minutos, sendo que antes das obras, em 2004, os comboios levavam 2 horas e 35 minutos a efectuar este trajecto.[8] Com a entrada em funcionamento do sistema ERTMS nível 1, prevê-se que o tempo de viagem entre as duas cidades seja reduzido para apenas 1 hora.[9]

Estacion de Ordes Fosado A Coruña - Santiago de Compostela
Linha do Eixo Atlântico na nova estação de Ordes

Estações

Estación de Vilagarcía (14618043155)
Estação de Vilagarcía de Arousa depois das obras de remodelação
Estações de Alta Velocidade
Estación de Vilagarcía (14618043155)
Estação de Vilagarcía de Arousa depois das obras de remodelação
Estações para serviços regionais:
  • Redondela-AV (construída de raiz)
  • Arcade (Apeadeiro)- requalificado
  • Pontevedra-Universidade (Apeadero)- requalificado
  • Padrón-Barbanza (construída de raiz)
  • Osebe (Apeadeiro)- requalificado
  • Ordes (construída de raiz)
  • Cerceda-Meirama (construída de raiz)
  • Uxes (requalificada)

Ligações a outras linhas de alta velocidade

Estão previstas ligações às seguintes linhas de Alta Velocidade:

Conexão Galiza-Portugal

Atualmente o projecto está suspenso.

BOE-A-2011-15920 18
Projecto de conexão na fronteira de Galiza com Portugal do Eixo Atlântico de comboios de alta velocidade.

Referências

  1. El Eje Atlántico se pondrá en servicio esta misma semana fomento.gob.es
  2. Inauguran el AVE entre A Coruña, Santiago y Ourense cadenaser.com
  3. Fase final de las obras del Eje Atlántico y de la nueva estación de Vigo-Urzáiz fomento.gob.es
  4. Fomento estrena hoy el tren que reduce el viaje A Coruña-Vigo a poco más de una hora farodevigo.es
  5. El AVE A Coruña-Vigo, en marcha abc.es
  6. «El Viaducto del Ulla batirá el récord mundial de luz de su tipo». Atlántico. Consultado em 1 de março de 2016
  7. «Adif - Eje Atlántico». www.adif.es. Consultado em 1 de março de 2016
  8. «El tren Vigo-A Coruña reduce en 15 minutos el tiempo del viaje». Atlántico. Consultado em 1 de março de 2016
  9. «El uso del Eje Atlántico ferroviario se dispara con 1,5 millones en 6 meses». Atlántico. Consultado em 1 de março de 2016

Ligações Externas

Aeroporto da Corunha

O Aeroporto da Corunha (em galego Aeroporto da Coruña; em espanhol Aeropuerto de La Coruña - IATA: LCG, ICAO: LECO) é um aeroporto internacional no município de Culleredo que serve principalmente a cidade da Corunha, na Galiza, Espanha.

Aeroporto de Santiago de Compostela

O Aeroporto de Santiago de Compostela(IATA:SCQ, OACI:LEST), também conhecido como Aeroporto de Lavacolla, é um aeroporto internacional que serve a cidade de Santiago de Compostela e toda a região da Galiza. Com 2,6 milhões de passageiros (2017), é o aeroporto mais movimentado da Galiza e o segundo do norte de Espanha. Localiza-se no lugar de Lavacolla, a 8,5 km a leste de Santiago de Compostela. Está conectado com a cidade através da autoestrada A-54 e da estrada N-547, que ligam Santiago a Lugo. Dispõe de uma ligação por autocarro ao centro da cidade e à sua estação de comboios, integrada no Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que a liga às principais cidades galegas.

O Caminho Francês de Santiago passa nas imediações do aeroporto.

Foi inaugurado no ano de 1932, tendo um novo terminal de passageiros sido construído no ano de 2011. É utilizado pelas companhias Iberia, Air Europa, Lufthansa, Swiss International Air Lines, Aer Lingus, Vueling, Ryanair e EasyJet.

Estação Ferroviária da Corunha

A Estação Ferroviária da Corunha, também conhecida como Corunha- San Cristovo é uma interface ferroviária que serve a cidade da Corunha, na Galiza.

É a estação terminal da Linha León-Corunha, do Eixo Atlântico de Alta Velocidade e da Linha de Alta Velocidade Olmedo-Zamora-Galiza, sendo portanto servida por comboios regionais, de longo curso e de Alta Velocidade.

Em 2011, mais de 70 anos após a sua construção, a estação corunhesa passou a poder receber não só comboios a diesel, mas também composições eléctricas, devido à inauguração da linha de Alta Velocidade entre a Corunha e Ourense.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Arcade

A Estação Ferroviária de Arcade é uma interface ferroviária da Linha Redondela-Santiago de Compostela e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a localidade de Arcade, no concelho de Soutomaior, na Galiza.

Estação Ferroviária de Cerceda-Meirama

A Estação Ferroviária de Cerceda-Meirama é uma interface ferroviária da Linha Zamora-Corunha e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a localidade de Cerceda, na Galiza.

Estação Ferroviária de Ordes

A Estação Ferroviária de Ordes, também conhecida como Ordes-Fosado,é uma interface ferroviária da Linha Zamora-Corunha e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a localidade de Ordes, na Galiza.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Osebe

A Estação Ferroviária de Osebe é uma interface ferroviária da Linha Redondela-Santiago de Compostela e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve o lugar de Osebe, no concelho de Teo, na Galiza.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Ourense

A Estação Ferroviária de Ourense, também conhecida como Ourense-Empalme é a principal interface ferroviária da cidade de Ourense, na Galiza. É o ponto onde se cruzam duas linhas convencionais- a Linha Monforte de Lemos-Redondela e a Linha Zamora-Corunha, bem como a Linha de Alta Velocidade Olmedo-Zamora-Galiza, já construída entre até à estação de Santiago de Compostela, e em obras entre a estação ourensana e a de Zamora

Estação Ferroviária de Pontevedra

A Estação Ferroviária de Pontevedra é uma interface ferroviária da Linha Redondela-Santiago de Compostela e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a cidade de Pontevedra, na Galiza.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Redondela

A Estação Ferroviária de Redondela, denominada oficialmente Redondela de Galicia até 2013, é uma gare de caminhos de ferro que serve a localidade de Redondela, pertencente à província de Pontevedra, na Galiza. Nela se encontram as linhas Monforte de Lemos-Redondela e Redondela-Santiago de Compostela.

Estação Ferroviária de Redondela- Alta Velocidade

A Estação Ferroviária de Redondela-AV é um interface do Eixo Atlântico de Alta Velocidade que serve a localidade galega de Redondela.

Nela efectuam paragem alguns dos serviços ferroviários de alta velocidade que circulam entre as estações de Vigo-Urzáiz e da Corunha.

Foi inaugurada a 18 de Abril de 2015, aquando da abertura do último troço da linha de alta velocidade entre Vigo-Urzáiz e Corunha.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Santiago de Compostela

A Estação Ferroviária de Santiago de Compostela é uma interface ferroviária mista (de linhas convencionais e de Alta Velocidade) que serve a cidade de Santiago de Compostela, capital da Galiza. Situada na Linha Zamora-Corunha, nela se produz o entroncamento desta com a Linha Redondela-Santiago de Compostela . Actualmente, é também servida por duas linhas de Alta Velocidade- a Linha de Alta Velocidade Olmedo-Zamora-Galiza, construída de raiz e que a liga ao interior da Galiza e ao centro de Espanha; e o Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que liga a Corunha a Vigo.É a estação ferroviária com mais passageiros da Galiza.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Uxes

A Estação Ferroviária de Uxes é uma interface ferroviária da Linha Zamora-Corunha e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a localidade de Uxes, no concelho de Arteixo, na Galiza.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Vigo-Guixar

A Estação Ferroviária de Vigo-Guixar é uma das duas gares ferroviárias que serve a cidade de Vigo, pertencente à província de Pontevedra, na Galiza. Localizada na zona portuária de Vigo, é a estação terminal da linha convencional que serve a cidade viguesa.

Serve também de términus para o comboio internacional Celta, que efectua a ligação até à estação portuguesa de Porto-Campanhã.

== Referências ==

Estação Ferroviária de Vigo-Urzáiz

A Estação Ferroviária de Vigo-Urzáiz é um interface do Eixo Atlântico de Alta Velocidade que serve a cidade galega de Vigo.

Serve actualmente de términus para os serviços rápidos com destino à Estação Ferroviária da Corunha, estando projectada para, no futuro, ser estação de passagem quando a linha de alta velocidade for prolongada até Portugal.

Foi construída no local da antiga estação ferroviária com o mesmo nome, que até à abertura da Estação Ferroviária Vigo-Guixar, em 2011, foi a única estação ferroviária da cidade de Vigo. A demolição do antigo edifício começou a 28 de Agosto de 2011, tendo a nova estação sido inaugurada a 18 de Abril de 2015.

Estação Ferroviária de Vilagarcía de Arousa

A Estação Ferroviária de Vilagarcía de Arousa é uma interface ferroviária da Linha Redondela-Santiago de Compostela e do Eixo Atlântico de Alta Velocidade, que serve a cidade de Vilagarcía de Arousa, na Galiza.

Linha Monforte de Lemos-Redondela

A Linha Monforte de Lemos-Redondela é uma linha férrea de bitola ibérica, com 166,8 km de extensão que tem a função de ligar o interior da Galiza à cidade portuária de Vigo, bem como servir de ligação à rede ferroviária portuguesa, à qual está conectada através do Ramal Internacional de Valença. Foi inaugurada a 15 de Maio de 1885, tendo sido construída pela Compañía del Ferrocarril de Medina a Zamora y de Orense a Vigo (MZOV).

Originalmente, o seu traçado estendia-se até à estação de Vigo-Urzáiz; porém, esse troço final foi desmantelado durante a construção do Eixo Atlântico de Alta Velocidade. Actualmente, a ligação a Vigo é efectuada através da estação de Vigo-Guixar.

O traçado desta linha é, em grande parte da sua extensão, paralelo ao Rio Minho, seguindo no seu troço inicial o seu afluente, o Rio Sil, que atravessa Monforte de Lemos. O troço entre as estações de Filgueira e Guilharei é paralelo à fronteira portuguesa, confrontando com os concelhos de Melgaço, Monção e Valença.

N-VI

A N-VI é uma estrada radial que une Madrid com Corunha, atravessando as populações de Tordesilhas, Benavente, Astorga, Ponferrada e Lugo. A N-VI foi desdobrada em quase todos os troços à excepção do troço entre Collado Villalba e Adanero que o seu itinerário é paralelo à AP-6. Tão pouco terá sido desdobrada no troço entre Benavente e Corunha, em que é paralela à A-6

Porto de Vigo

O Porto de Vigo está situado na margem meridional da Ria de Vigo. Conta com umas excelentes condições naturais para o tráfego marítimo e um Porto consideravelmente maior que o Porto do Porto sendo por isso mais frequente a sua frequência.

Adif Estações do Eixo Atlântico de Alta Velocidade
Transportes da Galiza
Aeroportos
Portos
Ferrovias
Estradas

Noutras línguas

This page is based on a Wikipedia article written by authors (here).
Text is available under the CC BY-SA 3.0 license; additional terms may apply.
Images, videos and audio are available under their respective licenses.