David

David, também grafado no Brasil como Davi,[n 1][1] filho de Jessé, o efrateu, do clã de Perez[n 2] nasceu em Belém (ca. 1 040 a.C.), e foi o segundo rei sobre todo o Reino Unificado de Israel, após a morte de Isboset, sucessor de Saul, filho de Quis, com a capital em Jerusalém[n 3][2][3][4][5]. Isso foi antes de sua cisão, após Salomão, vindo Jeroboão, a ser o primeiro rei de "Israel dividida" (dez tribos, "Reino do Norte"), e Roboão, filho de Salomão o primeiro rei de Judá (remanescente, duas tribos, "Reino do sul"). Saul fora escolhido rei pelo povo; a Davi, O Senhor Yahweh Deus escolhera-o e ungira-o rei[6].

As descobertas arqueológicas da Estela de Tel Dã e a Pedra Moabita onde são encontradas citações ao Reino de Judá e a Casa de David,[7][8][9][10] colocando, o reino de Judá e a Dinastia de David, num contexto histórico extrabíblico, desmitificando, a crença iluminista, que os colocava como parte da mitologia bíblica (Ver; Crítica bíblica e Crítica à Bíblia),[11] porém, a vida do personagem, David, pode ser descrita apenas através do relato bíblico.[12][13][14][15][16][17][18][19]

David
David
Pseudônimo(s) Daud
Nascimento 1040 a.C.
Belém
Morte 970 a.C. (70 anos)
Jerusalém
Sepultamento Cidade de Davi
Cidadania Reino de Israel e Judá
Etnia Judeu
Progenitores Pai:Jessé
Cônjuge Betsabá, Abigail, Egla, Mical, Ahinoam
Filho(s) Salomão, Absalão, Tamar, Natã, Adonias, Amnon, Itreão
Ocupação pastor, soberano, poeta, escritor, líder, instrumentista
Título monarca
Bénouville, Samuel sacrant David
A unção de Davi por Samuel. Óleo sobre tela, François-Léon Bénouville, 1842.
David with the Head of Goliath-Caravaggio (c.1606-7)
Davi com a cabeça de Golias. Pintura sobre painel, Caravaggio, c. 1606-7.
Guercino Saul Davide
Saul atacando Davi. Óleo sobre tela, Guercino, 1646.
Gerard van Honthorst - King David Playing the Harp - Google Art Project
Rei Davi tocando harpa,
Gerard van Honthorst
Paris psaulter gr139 fol6v
"'Coroação de David como rei de Israel
(Biblioteca Nacional da França)

Biografia

Os livros de Samuel (I Samuel e II Samuel) tratam de sua vida pessoal e monárquica. David, é descrito como sendo um homem de valor, chamando à atenção de Saul por sua habilidade como músico, era um harpista, o que lhe rendeu um lugar no circulo real, posteriormente, com as batalhas contra os filisteus ficou reconhecido como um grande guerreiro e Saul deu sua filha Mical, como esposa, Jônatas o filho do rei, tornou-se amigo íntimo. Quanto a descrição de David como um homem de guerra, combateu os filisteus na cidade de Keilah, mas, quando Saul o considerou um rebelde, fugiu para o deserto, um lugar à margem da sociedade, David reuniu um pequeno exército, dando inicio à sua vida mercenária, servindo como um mercenário para os Filisteus (rei Aquis de Gat) e defendendo a cidade de Ziclag por um ano e quatro meses, foi nessa época que David ganhou fama e tornou-se realmente um adversário para Saul (como líder) e uma força a ser temida pelos filisteus, que até o chamaram de rei da terra. Com a morte de Saul e três de seus filhos na batalha de Gilboa, Israel havia perdido parte do território a oeste do Jordão, enquanto Isboset, o sucessor de Saul, ficou a leste, em Maanaim, com apoio de Abner, o general de Saul. Em Samuel (II Sm. 4), é relatado a morte de Isboset por seus próprios homens, Davi os executando, assim como fez com o amalequita que havia trazido a notícia da morte de Saul (embora não sendo o amalequita responsável da morte de Saul (l Samuel 31.3-6), ele disse a Davi que o havia matado, achando que ganharia honras da parte de Davi) em consequência disso, David acabou tornando-se rei de Judá e Israel ungido em Hebrom.[4][17][20][21][22]

David consolidou o Reino Unificado de Israel, após derrotar a tribo cananeia dos jebuseus, tornou Jerusalém como sua capital política, centro religioso e residência real, transferindo para ela o antigo santuário nacional, a Arca da Aliança, em uma procissão solene com sacrifícios, na qual ele mesmo figurou proeminentemente como um adorador e celebrante. Em memória de suas migrações no deserto, a Arca foi inicialmente colocada em uma tenda. David pensou em construir um templo magnífico para ele em Jerusalém, mas foi dissuadido pelo profeta Natã.[n 4]

Segundo a narrativa bíblica, o Rei David liderou o povo com sucesso em excursões contra outros povos, fez alianças políticas com outros reis e chefes, uma dessas alianças sendo selada com o casamento e reunindo um harém. Em Jerusalém, David nomeou um conselho de sábios, criou um exército que incluía uma guarda de honra e um guarda real para o palácio. Para isso, David sujeitou às tribos de Israel (Judá, não foi taxada) tributando-os para abastecer os exércitos e os projetos de construção. Criou um sistema feudal de partição de terras sob a coroa, substituindo assim o antigo sistema de divisões tribais.[23][22][21][24][25]

David e Golias

Golias de Gate era o campeão dos filisteus, que tinham acampado entre Shochoh e Azekha contra Saul e os homens de Israel dispostos para a batalha no vale de Elah. Ele é descrito como tendo seis côvados e um palmo de altura (2,92 metros), tendo em sua cabeça um elmo de bronze, e usando uma cota de malha pesando cinco mil siclos de bronze (57 kg), com grevas de bronze sobre suas pernas e um alvo ou cetro de bronze entre seus ombros. Diz-se que o bastão de sua lança era como um feixe de tecelão, a cabeça da lança pesando seiscentos siclos de ferro (6 quilogramas). Insolentemente desafiando Israel a designar um deles para enfrentá-lo em combate único, com a condição de que, o povo que o campeão for morto, tornariam-se escravos. Davi, é enviado por seu pai com algumas provisões para o exército de Israel, ouve o desafio do gigante, indagando que recompensa haverá para o homem que ousar encontrar o monstro, Saul ouve David e o envia, ao estar armado com à armadura de Saul, David descobre que ela impede sua marcha, então ele a descarta, pega seu cajado e escolhe cinco pedras lisas do riacho para serem usadas em seu estilingue (funda) [...] David vence Golias, com uma estilingada entre os olhos.[n 5][n 6][n 7]

David e Bate-Seba

Durante um cerco contra a capital amonita de Rabá , David permanece em Jerusalém. Ele espia uma mulher, Bate-Seba, tomando banho em um telhado próximo e a convoca; ela fica grávida. O texto na Bíblia não declara explicitamente se Bate-Seba consentiu ou não. David chama seu marido, Urias, o hitita, de volta para descansar, esperando que ele vá para casa, para sua esposa, e acredite que a criança seja dele. Urias não "visita" sua esposa, por isso David conspira, indiretamente matá-lo. Na manhã seguinte, escreveu Davi a Joabe uma carta, dizendo o seguinte: "Ponde Urias na frente, no mais forte da batalha, e retirai-vos dele para que seja ferido e morra". David então se casa com a viúva, Bate-Seba. Em resposta, Natã profetiza a punição que cairá sobre ele, afirmando que "a espada nunca se afastará de sua casa." Quando David reconhece o pecado, Natã o conforta e diz, seu pecado é perdoado e não morrerá, mas a criança essa morrerá. Em cumprimento às palavras de Natã, o filho de David, depois de sete dias de vida, morreu (I Sam 12:18). Além disso,Absalão, alimentado pela vingança e desejo pelo poder,[26] se rebela e morre.

David e Natã

Com a morte do filho de Saul, os anciãos de Israel vêm a Hebrom e David é ungido rei de todo o Israel. Ele conquista Jerusalém , anteriormente uma fortaleza jebusita, e faz dela sua capital. Ele traz a Arca da Aliança para a cidade, com a intenção de construir um templo para Deus, mas o profeta Natã o proíbe, profetizando que o templo seria construído por um de seus filhos. Natã também profetiza que Deus fez um pacto com a casa de David declarando: "o seu trono será estabelecido para sempre." David obtêm vitórias sobre os filisteus, moabitas, edomitas, amalequitas, amonitas e o rei Hadadezer de Aram-Zobá.[n 8]

David e Absalão

A história da revolta de Absalão coloca Davi como um pai amoroso porém, fraco, que não podia controlar seus filhos rebeldes. O ressentimento de Absalão pelo fracasso de seu pai em punir seu meio-irmão, Amnon, por estuprar sua irmã (de Absalão), Tamar, leva-o a assassinar Amnon e depois revoltar-se contra David. David, completamente tomado de surpresa, teve que fugir pelo Jordão, ele reuniu sua velha e bem-sucedida tropa e as forças de Absalão foram desbaratadas na batalha do Bosque de Efraim, montado em uma mula, ele é pego por seus longos cabelos nos galhos de uma árvore onde, contrariando a ordem de David, é morto por Joabe, o comandante do exército de David. David lamenta a morte de seu filho favorito: "Ó meu filho Absalão, meu filho, meu filho Absalão! Eu teria morrido em teu lugar, ó Absalão, meu filho, meu filho!" até que Joabe o convence a se recuperar da extravagância de sua dor e cumprir seu dever para com seu povo. David, é escoltado através do rio Jordão de volta à Jerusalém pelas tribos de Judá e Benjamim.[n 9]

David e Adonias

Adonias, após a morte de Absalão, reuniu em torno de si um sacerdote, Abiatar, e o comandante do exército de Israel, Joabe. Esse grupo tentou coroar Adonias rei de Israel, em meio a uma festa na fonte de Ein-Rogel, onde Adonias ofereceria sacrifícios, na presença da corte e de todos seus irmãos, filhos do rei Davi, exceto Salomão. Contudo, o partido de Salomão, do qual faziam parte a sua mãe, Bate-Seba, o profeta Natã, o sacerdote Zadoc e o comandante Benaiá, reagiram rapidamente.[n 10]

David e Salomão

Bate-Seba e Natã vão a David e obtêm seu acordo para coroar Salomão, filho de Bate-Seba, de acordo com a promessa anterior feita por David, a revolta de Adonias é derrubada. Davi morre aos setenta anos de idade após reinar por sete anos como rei de Judá e trinta e três em Jerusalém como rei de todo o Israel,[n 11] em seu leito de morte aconselha Salomão a andar nos caminhos de Deus e se vingar de seus inimigos.[n 12]

David e os Salmos

À Davi atribui-se diversos salmos da Bíblia (cerca de 73). Alguns críticos modernos, contudo, contestam a autoria de Davi e alegam se tratar de pseudo-epígrafe, procurando provar que alguns salmos são historicamente datados após a morte de Davi, porém, os Salmos atribuídos à David, são: Salmos 3–9 / Salmos 11–41 / Salmos 51–65 / Salmos 68–70 / Salmo 86 / Salmo 101 / Salmo 103 / Salmos 108–110 / Salmo 122 / Salmo 124 / Salmo 131 / Salmo 133 / Salmos 138–145.

Dados arqueológicos

Com a arqueologia e a descoberta da Estela de Tel Dã por um rei em comemoração, pela conquista sobre à casa de David, onde o texto segue descrevendo como ele conquistou e derrubou o lugar de adoração da divindade da casa de David e erguendo em seu lugar um lugar de adoração ao seu deus. A Pedra Moabita datando do mesmo período, fazendo menção à Israel de Omri e seus filhos. O relevo do faraó Sisaque I, um relevo dedicado a Amom-Ra, onde o faraó faz um relato de suas conquistas no Oriente Próximo, que segundo o egiptólogo e historiador bíblico Kenneth Kitchen, consta uma citação que diz "O lugar alto de David" mas, devido ao fato do relevo ter sido danificado na época do Império Otomano, sua interpretação passa a ser questionável. A partir destas descobertas, a data de existência de David pode ser determinada em, ca. 1040-970 a.C., junto ao relato bíblico, tendo reinado sob Judá em ca. 1010-1 003 a.C. e sobre todo o Reino Unificado de Israel ca. 1003-970 a.C.[27][28][29][30][31][32]

Notas

  1. Rute 4:18-22: Dawid bn YaxayDAVID — em Hebraico: דָּוִד, Moderno Davīd Tiberiano Dāwīḏ; em grego antigo: Δαυίδ, transl.: Davíd; em latim: Davidus, David; Ge'ez: ዳዊት, Dawit; Predefinição:Lang-xcl, Dawitʿ; em antigo eslavo eclesiástico: Давíдъ, Davidŭ; Em árabe.: داود; possivelmente significando "amado"
  2. O nome de sua mãe é citado no Talmud (Bava Batra 91a): Natzvat bat Ada’el. Em português, encontrado com o nome de Nitzevet filha de Adael,
  3. I e II Samuel
  4. II Samuel 7:1-17
  5. Na literatura árabe, veja: Alcorão, surah 2:250-252
  6. Na literatura rabínica, veja: Tan. Wayiggash 8, Yalḳ, Targum para I Samuel 17:8, Êxodo Rabbah 3, Sanhedrim 95a e Midrash Golyat, Jellinek, "B. H." 4:140 e segs.
  7. Para uma visão crítica, veja: Wellhausen, "Die Composition des Hexateuchs," etc., 3d ed., p. 249; Kuenen, "Historisch-Kritische Einleitung in die Bücher des Alten Testaments," i., part 2, p. 61; Budde, "Richter und Samuel," p. 210
  8. II Samuel 5:1 - 8: 14
  9. II Samuel 15:1 - 19:17.
  10. I Reis 1:1-27
  11. II Samuel 5:4
  12. I Reis 1:28- 2:10.

Referências

  1. G. Johannes Botterweck; Helmer Ringgren (1977). Wm. B. Eerdmans Publishing, ed. Theological Dictionary of the Old Testament. [S.l.: s.n.] p. 158. ISBN 978-0-8028-2327-4
  2. Hirsch, Emil G.; Cornill, Karl Heinrich; Ginzberg, Louis; Montgomery, Mary W. «DAVID». JewishEncyclopedia.com
  3. «DAVID». Encyclopedia Judaica, Vol. 5 - 2.ª ed. ©2007 Keter Publishing House Ltd -- Macmillan Reference USA. pp. 444–451. ISBN 0028659333. DAVID (Heb. דִ וָ ד ), ּfilho mais novo de Jessé dos Efrateu...
  4. a b Rofé, Alexander (2004). «Review of King David: A Biography». The Jewish Quarterly Review. 94 (1): 153–157
  5. Fischer, Alexander Achilles (2009). «David». Bibel Wissenschaft (em alemão)
  6. 1 Samuel 16:1-13
  7. «David Inscription». Tel Dan Excavations (em inglês). 23 de dezembro de 2007
  8. Biran, Avraham; Naveh, Joseph (1993). «An Aramaic Stele Fragment from Tel Dan». Israel Exploration Journal. 43 (2/3): 81–98
  9. Biran, Avraham; Naveh, Joseph (1995). «The Tel Dan Inscription: A New Fragment». Israel Exploration Journal. 45 (1): 1–18
  10. Lemaire, Andre (24 de agosto de 2015). «"Casa de Davi" restaurada na inscrição moabita». The BAS Library. Revisão Arqueológica Bíblica 20: 3, maio / junho de 1994 (em inglês)
  11. McKenzie, Steven L. (27 de abril de 2000). King David: A Biography (em inglês). [S.l.]: Oxford University Press. ISBN 9780195351019
  12. Shanks, Hershel (27 de agosto de 2017). «Primeira pessoa: Os reinos de Saul, Davi e Salomão realmente existiram?». Biblical Archaeology Society (em inglês)
  13. Israel Finkelstein, Lily Singer-Avitz, Ze'ev Herzog & David Ussishkin (2007) O Palácio do Rei Davi em Jerusalém foi encontrado?, (em inglês) Tel Aviv, 34:2,142-164, DOI: 10.1179/tav.2007.2007.2.142
  14. Mazar, Eilat (12 de maio de 2017). «Eu encontrei o Palácio do Rei Davi?». Biblical Archaeology Society (em inglês)
  15. Mazar, B. (1963). «A elite militar do rei Davi». Vetus Testamentum (em inglês). 13 (3): 310–320. doi:10.2307/1516574
  16. Stager, Lawrence E. (1985). «A arqueologia da família na antiga Israel». Bulletin of the American Schools of Oriental Research (em inglês) (260): 1–35. doi:10.2307/1356862
  17. a b Finkelstein, Israel (1 de dezembro de 2002). «Os filisteus na Bíblia: uma perspectiva monárquica tardia». Journal for the Study of the Old Testament (em inglês). 27 (2): 131–167. ISSN 0309-0892. doi:10.1177/030908920202700201
  18. Schwantes, Milton (1984). «1». História da Israel: (local e origens). Col: Série exegese. 7. [S.l.]: Faculdade de Teologia. 165 páginas
  19. Miller, James Maxwell; Dearman, J. Andrew; Graham, M. Patrick (1 de janeiro de 2001). A Terra Que Lhe Mostrarei: Ensaios sobre a História e Arqueologia do Antigo Oriente Próximo, em honra de J. Maxwell Miller. (em inglês). [S.l.]: A&C Black, (JSOT Supplement series, no. 343; Sheffield, England:Sheffield Academic, 2001), pp. 287–307; IBP, pp. 265–277; “Sixteen,” pp. 41–43). ISBN 9781841272573. Consultado em 22 de setembro de 2018
  20. «1 Samuel 27 Jamieson-Fausset-Brown Bible Commentary». biblehub.com. Consultado em 5 de julho de 2018
  21. a b Robert Alter; A História de David: Uma Tradução com Comentários de 1 e 2 Samuel, Imaginação Literária, Volume 1, Edição 1, 1 de janeiro de 1999, Páginas 10–24,
  22. a b Vogels, Walter (2007). Davi e sua história - I Samuel 16; 1 - 1 Reis 2; 11. São Paulo: LOYOLA. ISBN 9788515033355
  23. Halpern, Baruch (2003). David's Secret Demons: Messiah, Murderer, Traitor, King (em inglês). [S.l.]: Wm. B. Eerdmans Publishing. pp. 107–226. ISBN 9780802827975
  24. WRIGHT, Jacob L. David, rei de Israel, e Caleb na memória bíblica. (em inglês) Cambridge University Press, 2014.
  25. Haifa, University (15 de dezembro de 2014). «A história do rei Davi». ScienceDaily (em inglês)
  26. II Samuel 11:1-17
  27. Thiele, Edwin (1983) [1ª ed.: Nova York, Macmillan, 1951; 2ª ed.: Grand Rapids, Eerdmans, 1965], The Mysterious Numbers of the Hebrew Kings [Os números misteriosos dos reis hebreus], ISBN 978-0-8254-3825-7 (em inglês) 3ª ed. , Grand Rapids, Michigan, Estados Unidos: Zondervan/Kregel.
  28. Mykytiuk, Lawrence (12 de abril de 2017). «53 Pessoas na Bíblia confirmam arqueologicamente». Biblical Archaeology Society (em inglês)
  29. «A Inscrição de Tel Dã: A Primeira Evidência Histórica do Rei Davi da Bíblia». Biblical Archaeology Society (em inglês). 8 de novembro de 2016
  30. Gass, Erasmus. «The Mesha Stela». www.bibleodyssey.org (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2018
  31. Kitchen, K.A. (1 de dezembro de 1997). «Uma possível menção de David no final do século X a.C., e a Deidade Dod tão Morto quanto o Dodo?». Journal for the Study of the Old Testament, IBP, p. 214 nota 3, que é revisada em “Correções”, pp. 119–121; "Dezesseis", p. 43). (em inglês). 22 (76): 39–41. ISSN 0309-0892. doi:10.1177/030908929702207602
  32. Pioske, Daniel (11 de fevereiro de 2015). Jerusalém de Davi: entre Memória e História (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 9781317548911

Este artigo incorpora texto da Enciclopédia Judaica (Jewish Encyclopedia) (em inglês) de 1901–1906, uma publicação agora em domínio público.

Brian David Josephson

Brian David Josephson (Cardiff, 4 de janeiro de 1940) é um físico britânico.

Recebeu o Nobel de Física de 1973, por predições teórica de super-correntes em barreiras de tunelamento e, especialmente, do efeito Josephson.

== Referências ==

British Academy of Film and Television Arts

A British Academy of Film and Television Arts (BAFTA, "Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão", em inglês), é uma academia britânica responsável pela premiação anual à excelência de trabalhos realizados em cinema, televisão, filmes e em outros meios audiovisuais.

É a segunda maior premiação da história do cinema, e um indicativo da importância do BAFTA como meio de reconhecer atores, diretores, produtores e demais profissionais de cinema, televisão e artes audiovisuais, pode ser medida por sua jocosa denominação de Oscar Britânico. É reconhecida também pela sua exigência e rigidez em suas análises de méritos.

D. W. Griffith

David Llewelyn Wark Griffith, geralmente conhecido por D. W. Griffith (La Grange, 22 de Janeiro de 1875 – Hollywood, 23 de Julho de 1948) foi um diretor de cinema estadunidense. Amplamente considerado o mais importante diretor da história do cinema, é mais conhecido pelo seu controverso filme O Nascimento de uma Nação, e também pelo filme Intolerância.Foi um realizador de cinema norte-americano, um dos maiores do início da cinematografia, introdutor de inovações profundas na forma de fazer cinema, considerado o criador da linguagem cinematográfica.

Antes de chegar ao cinema, trabalhou como jornalista e balconista em lojas e livrarias. Griffith iniciou-se no cinema em 1908, com os chamados curta-metragens, que duravam entre 15 e 18 minutos. Tendo realizado cerca de 450 filmes entre 1908 e 1913. É o primeiro a utilizar dramaticamente o close, a montagem paralela, o suspense e os movimentos de câmera.

Em 1914, começou a dirigir filmes de longa-metragem. Em 1915, com O Nascimento de uma Nação (1915), sobre a Guerra Civil Americana, realiza a primeira longa-metragem americana, tido como a base da criação da indústria cinematográfica de Hollywood.

Em Intolerância (1916), usou quatro histórias diferentes, paralelas, para conduzir sua mensagem. Corações do Mundo (1918) tem como cenário a Primeira Guerra Mundial, e combina ficção e documentário.

A montagem paralela, isto é, a alternância de duas ou mais linhas de acção, e o salvamento no último minuto são duas formas de construir o suspense, e foram exploradas exaustivamente por David Griffith. O travelling é outra das características herdadas de Edwin Stanton Porter.

É considerado por muitos como um visionário do cinema, e ficou conhecido pelas polêmicas em que se envolveu, principalmente em nível político. Dirigiu mais de 300 filmes, mas só alguns fizeram sucesso.

David Baltimore

David Baltimore (Nova Iorque, 7 de março de 1938) é um microbiologista estadunidense.

Foi agraciado, juntamente com Howard Temin e Renato Dulbecco, com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1975, por pesquisas sobre a interação entre tumores viróticos e o material genético.

Foi professor na Faculdade de Medicina Albert Einstein, no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Sociedade Americana de Microbiologia do Cancro/Câncer.

Em 1970, com Howard Temin, descobriu a enzima que permite ao ARN dirigir a síntese do ADN. Recebeu o Prémio Eli Lilly para microbiologia e imunologia em 1971, e o Prémio da Fundação Heel para biologia molecular.

David Baltimore é membro do conselho editorial da Encyclopaedia Britannica, responsável pelos assuntos referentes à fisiologia e desde 1978 é membro da Pontifícia Academia das Ciências.

David Beckham

David Robert Joseph Beckham OBE (Leytonstone, 2 de maio de 1975) é um ex-futebolista inglês que atuava como meio-campista.

Caracterizava-se pela precisão de seus passes e chutes de longa distância, sendo especialista em cobranças de faltas e pênaltis, tendo marcado grande parte de seus gols destas formas (65 de seus gols foram de falta). Beckham viveu um dos seus melhores anos como profissional em 1999, quando conquistou com o Manchester United quatro títulos (Premier League, Copa da Inglaterra, Liga dos Campeões da UEFA e Copa Europeia/Sul-Americana), tendo participação decisiva. No final deste ano, ficou em segundo no prêmio Ballon d'Or, entregue pela revista francesa France Football, e na eleição da FIFA, o segundo melhor do mundo (onde também ficou em segundo em 2001). Porém, conquistou o prêmio de jogador europeu do ano, concedido pela UEFA (sendo o primeiro europeu a conquistar o prêmio).Sempre disputando os principais torneios de futebol, Beckham foi o primeiro jogador britânico a disputar mais de 100 partidas pelo principal torneio europeu, a Liga dos Campeões da UEFA. Também é um dos poucos a conseguir tal feito com a camisa da Seleção Inglesa, sendo atualmente, o jogador de linha com mais partidas disputadas pela Inglaterra, sendo superado apenas pelo ex-goleiro Peter Shilton.É o único jogador inglês a ser campeão nacional em quatro países diferentes. Foi campeão inglês no Manchester United, campeão espanhol no Real Madrid, campeão americano no Los Angeles Galaxy e, por último campeão francês no PSG, clube na qual anunciou sua aposentadoria ao final da temporada 2012–2013.

O avô materno de Beckham era judeu, Beckham referiu a si mesmo como "meio judeu" e disse em sua autobiografia: "Eu provavelmente tive mais contato com o judaísmo do que com qualquer outra religião".

David Bowie

David Bowie, nome artístico de David Robert Jones, (Brixton, Londres, 8 de janeiro de 1947 — Manhattan, Nova Iorque, 10 de janeiro de 2016) foi um cantor, compositor, ator e produtor musical britânico. Por vezes referido como "Camaleão do Rock" pela capacidade de sempre renovar sua imagem, tem sido uma importante figura na música popular há cinco décadas e é considerado um dos músicos populares mais inovadores e ainda influentes de todos os tempos, sobretudo por seu trabalho nas décadas de 1970 e 1980, além de ser distinguido por um vocal característico e pela profundidade intelectual de sua obra.

Embora desde cedo tenha realizado o álbum David Bowie e diversas canções, Bowie só chamou a atenção do público em 1969, quando a canção "Space Oddity" alcançou o quinto lugar no UK Singles Chart. Após um período de três anos de experimentação, que incluem a realização de dois significativos e influentes álbuns, The Man Who Sold the World (1970) e Hunky Dory (1971), ele retorna em 1972 durante a era glam rock com um alter ego extravagante e andrógino chamado Ziggy Stardust, sustentado pelo sucesso de "Starman" e do aclamado álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars. Seu impacto na época foi um dos maiores cultos já criados na cultura popular. Em 1973, o disco Aladdin Sane levou Ziggy aos EUA. A vida curta da persona revelaria apenas uma das muitas facetas de uma carreira marcada pela reinvenção contínua, pela inovação musical e pela apresentação visual.

Em 1974, o álbum Diamond Dogs previa, com seu som e sua temática caótica, a revolução punk que surgiria anos depois. Em 1975, Bowie finalmente conseguiu seu primeiro grande sucesso em território americano com a canção "Fame", em co-autoria com John Lennon, do álbum Young Americans. O som constitui uma mudança radical no estilo que, inicialmente, alienou muitos de seus devotos no Reino Unido. Nessa etapa, a carreira musical de Bowie se renovou e seguiu novos rumos. Após a criação de uma nova persona, Thin White Duke, apresentada no aclamado Station to Station (1976), que traz um Bowie interessado em misticismo, Cabala e Nazismo, ele confundiu as expectativas de seu público americano e de sua gravadora com a produção do minimalista Low (1977) — a primeira das três colaborações com Brian Eno durante os próximos dois anos. A chamada "Trilogia de Berlim" (com "Heroes" e Lodger) trouxe álbuns introspectivos que lograram o topo nas paradas britânicas e que ganharam admiração crítica duradoura.

Seguindo o sucesso comercial irregular no final dos anos 70, a canção "Ashes to Ashes" do álbum de 1980 Scary Monsters (and Super Creeps) alcançou o primeiro lugar no Reino Unido e lançou bases para um novo movimento chamado New Romanticism. No ano seguinte, junto à banda Queen, escreveu e cantou a canção "Under Pressure" e em seguida atingiu novo pico comercial com o álbum Let's Dance (1983), que rendeu sucessos com a canção homônima e o fez cativar nova audiência. Ao longo dos anos 1990 e 2000, Bowie continuou a experimentar novos estilos musicais, incluindo os gêneros industrial, drum and bass, e adult contemporary. Seu último álbum de inéditas foi por muito tempo Reality, uma mistura de melancolia e humor, suportado pela A Reality Tour de 2003–2004. Após um período de quase dez anos em hiato, divulga The Next Day em 2013 e recebe boas avaliações da crítica e público. Após comemorar cinquenta anos de carreira com a coletânea Nothing Has Changed em 2014, o cantor produziu seu último trabalho ainda vivo, o álbum Blackstar (2016).

A influência de David Bowie é única, musical e socialmente. Como escreveu o biógrafo David Buckley, "ele penetrou e modificou mais vidas do que qualquer outra figura comparável." De fato, grande é sua influência no mundo da música entre artistas e bandas mais antigas e a nova geração (Ver Influência), e, além de ter auxiliado movimentos como a libertação gay e a recriação de uma nova juventude independente, introduziu novos modos de se vestir na cena musical e tem uma carreira prestigiada no cinema. Em 2002, ficou em 29º lugar na lista popular 100 Greatest Britons e já vendeu mais de 136 milhões de álbuns ao longo de sua carreira. Foi premiado no Reino Unido com 9 certificações de álbum de platina, 11 de ouro e 8 de prata, e, nos Estados Unidos, 5 de platina e 7 de ouro. Em 2004, a Rolling Stone colocou-o na 39ª posição em sua lista dos "100 Maiores Artistas do Rock de Todos os Tempos" e em 23º lugar na lista dos "Melhores Cantores de Todos os Tempos".

David Coulthard

David Marshall Coulthard, MBE (Twynholm, 27 de março de 1971) é um ex-automobilista escocês.

Em 2012, Coulthard entrou para o Guinness Book com o homem que percorreu a maior distância com um carro antes de capturar uma bola de golfe em pleno voo. Guiando uma Mercedes-Benz SLS AMG Roadster, manteve a velocidade de 200 km/h enquanto Jake Shepherd, um golfista profissional, deu a tacada, interceptada por Coulthard a 275 metros do ponto de partida.

David Guetta

Pierre David Guetta (Paris, 7 de novembro de 1967), conhecido profissionalmente como David Guetta é um músico francês, de ascendência belga e judaico-marroquina, vencedor de 2 Grammy Awards, atuando no gênero de música eletrônica, sendo produtor musical e DJ. Em 2005, seu single "The World is Mine", que contém um sample da canção dos Simple Mindes "Someone, Somewhere in Summertime", liderou as paradas de dança européia. Vocal para suas canções têm sido realizados por uma variedade de artistas notáveis, incluindo Chris Willis, Kelly Rowland, Akon e will.i.am. David Guetta também anunciou que fará parcerias com Britney Spears, Rihanna e também com Madonna, na qual já ajudou a fazer um remix da música "Revolver", presente na compilação de Celebration.

Em 2009, Guetta colaborou na produção da canção "I Gotta Feeling", do grupo The Black Eyed Peas de seu álbum The E.N.D. Um remix da canção também está incluído no seu álbum One Love. Ele também fez 2 remixes de outro single do álbum, "Boom Boom Pow", como "Boom Boom Guetta" e "Boom Boom Wow".

Em 2008, ele foi eleito o 5° DJ mais popular do mundo e o mais popular DJ de Eletro pop pela DJ Magazine britânico.

Já em 2009 ele conseguiu subir duas posições, sendo eleito o 3º DJ mais popular do mundo, atrás apenas de Tiësto e Armin van Buuren.

No ano de 2010, subiu mais uma posição, alcançando o 2º lugar de DJ mais popular do mundo. Em 2011 ele alcançou o 1º lugar da tabela de DJs mais populares do mundo pela "DJ Magazine".

Guetta já vendeu mais de três milhões de álbuns e 15 milhões de singles no mundo. Ele é atualmente um dos mais procurados produtores de música.

David Luiz

David Luiz Moreira Marinho, mais conhecido apenas como David Luiz (Diadema, 22 de abril de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro. Atualmente joga pelo Arsenal.

David Mumford

David Bryant Mumford (11 de junho de 1937) é um matemático americano, conhecido por seu trabalho em geometria algébrica e sua pesquisa em visão computacional e teoria de padrões. Recebeu a Medalha Fields e foi um MacArthur Fellow. É atualmente professor na Divisão de Matemática Aplicada da Universidade Brown, tendo previamente uma longa carreira acadêmica na Universidade Harvard.

== Referências ==

David Trezeguet

David Sergio Trezeguet (Rouen, 15 de outubro de 1977) é um ex-futebolista francês que atuava como atacante.

David Wineland

David Jeffrey Wineland (Milwaukee, 24 de fevereiro de 1944) é um físico estadunidense.

Em 2012 foi laureado, juntamente com Serge Haroche, com o Prêmio Nobel de física, "por métodos experimentais inovadores que permitem a medição e a manipulação de sistemas quânticos individuais".

David di Donatello

O Prêmio David di Donatello, comumente chamado de Prêmio David, é o mais importante prêmio cinematográfico da Itália, concedido pela Academia Italiana de Cinema e considerado o Oscar italiano.O prêmio é entregue desde 1956 e seu nome é uma homenagem à estátua em bronze de mesmo nome, David (Donatello), de autoria do escultor Donato di Niccoló di Betto Bardi.

John Herschel

John Frederick William Herschel (Slough, 7 de março de 1792 — Hawkhurst, 11 de maio de 1871) foi um matemático e astrônomo inglês.

Lista de palestrantes do Congresso Internacional de Matemáticos

Esta é uma lista de palestrantes do Congresso Internacional de Matemáticos, composta por Plenary Speakers e Invited Speakers.

National Center for Biotechnology Information

National Center for Biotechnology Information (NCBI; em português: Centro Nacional de Informação Biotecnológica) é uma secção da United States National Library of Medicine (NLM; em português: Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos da América), um ramo dos National Institutes of Health (em português: Institutos Nacionais de Saúde), com sede em Bethesda, Maryland. A instituição foi fundada em 1988 em resultado de legislação proposta pelo senador Claude Pepper.

O NCBI alberga dados provenientes da sequenciação de genomas no seu GenBank e mantém um índice de artigos de investigação biomédica que disponibiliza nas bases de dados PubMed Central e PubMed. Para além disso recolhe, trata e disponibiliza múltiplos outros tipos de informação relevante para o desenvolvimento da biotecnologia. Todas as bases de dados estão disponíveis na Internet através do motor de busca Entrez.

O NCBI é actualmente dirigido por David Lipman, um dos autores do algoritmo de alinhamento de sequências genéticas BLAST e uma figura reputada do campo da bioinformática.

A instituição mantém um programa interno de investigação científica, incluindo grupos liderados por Stephen Altschul (outro co-autor de BLAST), David Landsman e Eugene Koonin (um autor prolífico no campo da genómica comparativa).

Niels Bohr

Niels Henrick David Bohr (Copenhague, 7 de outubro de 1885 — Copenhague, 18 de novembro de 1962) foi um físico dinamarquês cujos trabalhos contribuíram decisivamente para a compreensão da estrutura atômica e da física quântica.Licenciou-se na sua cidade natal em 1911 e trabalhou com Joseph John Thomson e Ernest Rutherford na Inglaterra. Em 1913 conseguiu interpretar algumas das propriedades das séries espectrais do hidrogênio e a estrutura do sistema periódico dos elementos químicos. Formulou o princípio da correspondência e, em 1928, o da complementaridade. Estudou ainda o modelo nuclear da gota líquida e, antes da descoberta do plutónio, previu a propriedade da fissão nuclear, análoga à do urânio-235. Bohr recebeu o Nobel de Física em 1922 por "sua contribuição na investigação da estrutura dos átomos e da radiação emitida por eles".A sua teoria para a explicação do modelo atômico proposto por Rutherford em 1911, levando em conta a teoria quântica (formulada por Max Planck em 1900), não foi inicialmente levada a sério. Depois, no decorrer e depois da década de 1920, vários físicos ajudaram a criar o modelo existente hoje. Entre estes físicos podem ser citados, entre outros, Albert Einstein, Louis de Broglie, Erwin Schrödinger, Werner Heisenberg e Wolfgang Pauli.

UFC 8

UFC 8: David vs. Goliath foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido em 16 de fevereiro de 1996 no Ruben Rodriguez Coliseum em Bayamon, Porto Rico. Esse foi o primeiro e único evento do UFC a acontecer em Porto Rico, foi transmitido ao vivo no pay-per-view e depois vendido para home video.

Wayback Machine

Wayback Machine é um banco de dados digital criado pela organização sem fins lucrativos Internet Archive e que arquiva mais de 475 bilhões de páginas da World Wide Web desde 1996.O Internet archive proporciona de forma gratuita a possibilidade de visualizar versões arquivadas (tal como eram no passado) de páginas de um website, eles também fornecem a pedido e com custos adicionais, um serviço de páginas impressas e com certificação de autenticidade de páginas arquivadas.

Genealogia de Adão até Davi segundo a Bíblia Hebraica
Criação ao Dilúvio
Linhagem de Caim
Patriarcas após o Dilúvio
Judá até Davi
Tribos de Israel
Monarquia unida
Israel
Reino do Norte
Judá
Reino do Sul
Asmoneus
Dinastia herodiana
Revolta de Barcoquebas
Descobertas documentadas
Origem Discutida ou Reprovada

Noutras línguas

This page is based on a Wikipedia article written by authors (here).
Text is available under the CC BY-SA 3.0 license; additional terms may apply.
Images, videos and audio are available under their respective licenses.